Pais Siríacos

Poucos pais da Igreja escreveram em siríaco; Muitas de suas obras também foram amplamente traduzidas para o latim e o grego.

Aphrahat

Aphrahat (c. 270-c. 345) foi um autor sírio-cristão do século III da região Adiabene da Mesopotâmia do Norte, que estava dentro do Império Persa, que compôs uma série de vinte e três exposições ou homilias em pontos de doutrina cristã e prática.
Ele nasceu na Pérsia por volta de 270, mas todas as suas obras conhecidas, as Demonstrações, vêm mais tarde em sua vida. Ele era um asceta e celibatário, e era quase definitivamente um filho da aliança (uma antiga forma siríaca comum de monarticismol). Ele pode ter sido um bispo e, depois, a tradição siríaca o coloca à frente do mosteiro de Mar Matti, perto de Mosul, no que é agora o norte do Iraque. Ele era um contemporâneo próximo de Ephrem, o sírio.  Mas o último morava na esfera do Império Romano. Chamado de o sábio persa, Aphrahat testemunha as preocupações da igreja primitiva além dos limites orientais do Império Romano.

Ephrem o Sírio

Ephrem, o sírio (cerca de 306 a 373) foi um diácono siríaco e um prolífico compositor musical e teólogo da língua siríaca do século 4 da região da Síria. Suas obras são aclamadas por cristãos em todo o mundo, e muitas denominações o veneram como um santo. Ele foi declarado Doutor da Igreja no Catolicismo Romano. Ele é especialmente amado na Igreja Ortodoxa Siríaca. Ephrem escreveu uma grande variedade de hinos, poemas e sermões em verso, bem como a exegese bíblica em prosa. Estas foram obras de teologia prática para a edificação da igreja em tempos difíceis. Tão populares foram as suas obras, que, durante séculos depois de sua morte, autores cristãos escreveram centenas de obras pseudepigráficas em seu nome. Ele foi chamado o mais significativo de todos os pais da tradição da igreja falante de siríaco.

Isaque de Antioquia

Isaque de Antioquia (451-452), uma das estrelas da literatura siríaca, é o autor reputado de um grande número de homilias métricas (A lista mais completa, de Gustav Bickell, contém 191), muitas das quais são distinguido por uma originalidade e perspicácia rara entre escritores siríacos.

Isaque de Nínive

Isaque de Nínive foi um bispo assírio do século 7 e teólogo melhor lembrado por seu trabalho escrito. Ele também é considerado um santo na Igreja do Oriente, na Igreja Católica, na Igreja Ortodoxa Oriental e nas Igrejas Ortodoxas Orientais, tornando-se o último santo cronologicamente a ser reconhecido por todas as Igrejas apostólicas. Seu dia da festa cai em 28 de janeiro. Isaque é lembrado por suas homilias espirituais sobre a vida interior, que tem uma amplitude humana e uma profundidade teológica que transcende o cristianismo nestoriano da Igreja a que ele pertencia. Eles sobrevivem em manuscritos siríacos e em traduções em grego e árabe.

Pais do deserto

Os pais do deserto eram monásticos antigos que viviam no deserto egípcio; embora não escrevessem tanto, sua influência também era ótima. Entre eles estão Antão o
Grande e Pacômio. Muitos dos seus provérbios, geralmente curtos, são coletados no Apophthegmata Patrum ("Dizeres dos Pais do Deserto").
Idade média.

Traduzido e resumido por : Roberto Caetano
Inté mais ler,
Karine Araújo


Comentários