Passaram por aqui:

sábado, outubro 24, 2015

Pedro, o sanguíneo.

Finalmente decidi priorizar a leitura.

Concluir a leitura de livros que comecei e parei por ENNE motivos.
E estou amando a leitura. Até hachurei algumas partes.
Confesso que não tem como ler e não se vê nele ou até mesmo lembrar de outras pessoas que conhecemos.
É bastante tentador, não tem como não pensar nas pessoas com quem nos relacionamos. 
Mas ao contrário de outras pessoas, e até por recomendação do autor, não usarei isto para julgamento alheio, muito pelo contrário, ao ler, senti, esperança a respeito das mudanças descritas pelo poder do Espírito Santo.

Eu gosto muito do evangelista João. 
Mas é o Pedro que me chama mais a atenção,  ele foi um exemplo de transformação radical.
Um homem sem cultura, grosso, impulsivo, inconstante, inseguro, egoísta e dentre outras coisas mais, passou por um processo de transformação genuína.
Mais lindo ainda é que Jesus Cristo quando o chamou, já sabia quem Pedro seria no futuro.
Ele não julgou Pedro pelo seu presente, pelas suas atitudes insanas, pelo seu temperamento sanguíneo, pela sua impulsividade em dizer palavras tolas. Não. Pedro era um dos mais próximos a Jesus, eu ouso dizer que Jesus tinha um relacionamento mais íntimo com esses três homens, Pedro, Thiago e João.

"E uma das observações a respeito de Pedro é sobre as influência sobre o sanguíneo.
Ninguém é mais facilmente influenciado pelo ambiente do que ele.
Esse temperamento precisa desesperadamente do calor da comunhão com outros cristãos.
É sempre perigoso para o cristão aquecer suas mãos no fogo do inimigo, sobretudo se for um sanguíneo. Ele é sensível aos que o cercam e tende a adaptar-se seus costumes, em vez de destacar-se no grupo.  (Ele não influencia mas é influenciado) Os sanguíneos podem agir de um modo com um grupo de amigos, e de forma completamente diferente com outro.
No caso de Pedro, as dificuldades começaram quando ele deixou os discípulos e procurou a companhia do inimigo.

"Os servos e os guardas estavam ao redor de uma fogueira que haviam feito para se aquecerem. Pedro também estava em pé com eles, aquecendo-se (Jo 18:18)

Feliz o homem que aprende que quanto mais cedo enfrentar as dificuldades, melhor para ele. "

Este é um livro (Temperamentos Transformados) que todas as pessoas que trabalham com aconselhamento, pastores principalmente deveriam ler. É importante saber como lidar com cada pessoa e com cada temperamento.
Eu me identifiquei neste livro e sei que vou mudar. Não por minha força, mas pelo Poder do Espírito Santo que transformou a vida de Simeão para Pedro, de pedra, firme, constante, sob uma Rocha que é Jesus Cristo.


Inté mais ler,
Anne Araújo




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!