Passaram por aqui:

terça-feira, setembro 09, 2014

A Thousand Splendid Suns - Khaled Hosseini


A Thousand Splendid Suns na tradução para o português ficou: A cidade do sol.
A História de duas mulheres afegãs que cruzam os seus destinos e lutam pela sobrevivência.
Duas mulheres diferentes, uma mais nova e a outra mais velha, uma culta e a outra leiga, se vêem juntas, unidas a lutarem com todas as suas forças, em meio a um país em guerra, por suas ideologias, também religiosas, ao preconceito e a violência contra a mulher.
Comecei a ler no dia 08/09 e conclui no dia 10/09 as 1:30 da manhã, aos prantos.
Isto me fez lembrar o Allan que ao ler as obras do Fiódor Doistoevski se emociona sempre. Também com os personagens do José Saramago em Ensaios sobre a cegueira e que você já pode assistir nos cinemas. Um filme dirigido por Fernando Meirelles.(Bárbaro!)
Mas recomendo ler o livro antes de ver o filme. Ao menos é o que sempre faço.
Nada como usar da sua imaginação para criar os personagens em mente, lugares, cheiros e situações. Sentir, sofrer e chorar com os personagens e sorrir também.
Eu posso dizer que nunca chorei tanto com um livro e este de fato me tocou.
Talvez por me familiarizar com o sofrimento destas duas mulheres em algumas situações.
Não consigo imaginar uma vida sem conhecimento, sem livros, sem o respeito.
Ps.: Pensei em ler o Caçador de Pipas, mas já disseram que segue a mesma linha deste.
Estou proibida de ler agora. Afinal, sofri demasiadamente com o livro. Hora de uma pausa.
Próximo livro: 1984 pseudônimo George Orwell.
Até mais ler!
Anne Araujo
13/09/2009


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!