Passaram por aqui:

domingo, maio 19, 2013

"Evangelho" do imediatismo.


Eu nunca acreditei num evangelho de imediatismo. Evangelho do pirim plim plim.  (Igual caldo de cana) .
Não por falta de fé, eu sei e creio que o Senhor age em conformidade com a nossa fé, pois sem fé é impossível agradá-lo. A sua fé acontece hoje, é bem verdade. Tem momentos que o sobrenatural acontece de imediato, mas tudo conforme a vontade dEle e não a minha. 

Mas entendo também que tudo tem um tempo determinado debaixo dos céus e que o Senhor prova os nossos corações. (Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. 

Eclesiastes 3:1)


Há períodos de teste do Senhor. Teste do tempo, teste do deserto, teste da palavra, em que somos provados pela palavra...o teste do silêncio de Deus.
Mas "ninguém" fala sobre deserto, sobre tempo, sobre ser provado... o que se houve é...fale a palavra e como que se num passe de mágica, tudo vai acontecer pelo seu e para o seu prazer. 
Pior de tudo é que se você não concorda com o sensacionalismo evangeliquês, lhe colocam um julgo igual os hipócritas e fariseus antes de Cristo faziam e que fazem ainda hoje. (Graças a Deus pelos ministros equilibrados, que nos trazem a palavra certa por parte de Deus que despedaça todo julgo.)
Deus é um Deus equilibrado. Bem como sua palavra, as pessoas é que não são muitas vezes.
Venham aqui, que vamos orar por você e sua vida vai mudar!!! 
E no dia seguinte nada acontece e muito menos depois... o que ocorre é frustração no meio do povo de Deus, o abandonam por causa de um ensino desequilibrado... fizeram do evangelho: o mundo fantástico de Bob.
Romanos 5 me diz que a perseverança produz experiência e a experiência esperança.
Concluo que é preciso um tempo de perseverar, como já falei em outro post, porque estou vivendo no tempo da perseverança, onde tudo parece deserto, onde parece que "todos" te abandonaram, e como os "amigos" de Ló, só sabem apontar para você, onde se tem a "impressão" que Deus te abandonou...  No entanto, Ele está apenas provando o teu coração e removendo o mundo que há dentro dele.
O próprio Deus se mantém em silêncio para ver a motivação do nosso coração. Se estamos crendo o suficiente. Se vamos agir com incredulidade, até que ponto somos capazes de renunciar a nós mesmo por amor a Cristo.
Ele prova a nossa fidelidade. O quanto estamos firmes ao dizer, Eis me aqui.

" Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o Senhor, teu Deus, te guiou no deserto estes quarentas anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos. " DT 8:2

Assim Ele fez com Moisés... e assim é ainda hoje. Porque Deus não muda. É o mesmo eternamente.
Como me sinto liberta do julgo destas pessoas, pelos quais eu quase entrei no desequilíbrio. E por pouco também não coloco julgo em outras pessoas por aprender da maneira errada.

Sabe irmãos, a Palavra quando vem de Deus, anula toda palavra de condenação e de julgo das pessoas.

E reina a paz que excede todo entendimento.
É assim que estou hoje e quero permanecer.

Inté mais ler!
Anne Araujo

2 comentários:

  1. Amém pelos que ainda pregam a nos a palavra pura e sincera, vinda não dos homem, mais do Espírito de Deus.

    Jesus é nosso Senhor!

    ResponderExcluir
  2. Concordo com cada letra desse texto abençoado.

    ResponderExcluir

Volte sempre!