Passaram por aqui:

terça-feira, maio 28, 2013

Escrevo.

Costumo escrever aqui como válvula de escape ou como uma conversa comigo mesma.
Quem o lê pensa que já me conhece, mas está longe de saber quem eu sou.
Cada um interpreta da maneira que lhe convém e deseja.
A minha revolta em um único instante pode levar a crer que sou insensata.
A minha compaixão em fraqueza.
A minha preocupação em negatividade.
Isto me faz lembrar algo bíblico que diz:
"Quando receber um milagre não comentes com ninguém."
O risco de ser mal interpretado ao falar de algo pessoal é de 99,9%.
Mesmo assim, ainda corro o risco.
Escrever pra mim me faz bem, ainda que isto me faça mal em outras esferas.
Em interpretações subjetivas de outras pessoas, com sua próprias características.
Escrevo, não para os outros, mas para mim.

Inté mais ler,
Anne Araújo
23/11/2009  - 19:35

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!