Passaram por aqui:

sábado, abril 13, 2013

O Discípulo mais amado, João.


João o discípulo mais amado, não porque Jesus tinha preferência. Não. Ele amou a todos. Até mesmo a Judas. 

Jesus expressou com mais veemência o seu amor por ele, por ser o discípulo que mais precisava de amor. Muitos falam do colérico Pedro, mas Pedro embora colérico, era transparente e reconhecia as bobagens que fazia. João, queria sentar-se ao lado do Mestre em seu reinado. Penso em João como uma discípulo orgulhoso, que talvez não fosse tão colérico quanto Pedro e transparente, mas por dentro ruminava orgulho... não sei...
O que me faz pensar é isto é a passagem que Pedro se refere a ele com um certo desdém e desprezo, ao perguntar a Jesus o que aconteceria com ele...
Quem era João antes de Cristo? e o quem era João depois dEle?
A gente só fala daquilo que mais vivemos.
E João sempre estava afirmando e falando sore o amor. Que o amor não seja fingido, dizia ele.
Amor transformador, que transformou sua vida. João que teve as revelações do porvir e o único que morre velho e farto de dias.
Ninguém é obrigado a concordar com o que escrevi. Mas é algo que está no meu espírito, pois assim como Pedro foi transformado pelo poder de Deus, também houve transformação na vida dos outros discípulos. Todos eram pessoas desacreditadas pelas sociedade. Olhem a vida de cada discípulo antes, a personalidade de cada um e percebam o que foram depois de Cristo. Quem era Saulo? e Depois de Cristo Paulo!
João, creio que era uma pessoa que não era nem de longe amável. Mas Jesus o amou, amou muito. 
Amor que transforma vidas. Amor que gera vidas. Amor que gera discípulos do amor. João sabia o poder do amor em transformar vidas e por esta razão ele adverte tanto a igreja a amar como Jesus amou. Ele tinha propriedade e autoridade para falar no assunto, pois o mesmo viveu isto.
Que possamos ser como João. Discípulos do amor. Amar não só com palavras, mas com atitudes.
Amar é uma atitude !
Bom final de semana a todos!
Anne Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!