Passaram por aqui:

quarta-feira, agosto 22, 2012

Colheitas

Quero falar um pouco sobre semeadura e colheita. Partindo de duas pessoas que colheram tanto na alma quanto no espírito e que teve consequências na vida eterna.
Adão e Eva.
Quando Deus deu uma ordem e desobedeceram, houve uma consequência devido a desobediência deles. Primeiro morreram espiritualmente, e depois estavam condenados a morrer fisicamente e consequentemente com passaporte direto para o inferno.(#Forteisto, mas é verdade).
Percebemos então que tudo que fazemos tem consequências no nosso presente, futuro e até mesmo de outras pessoas.
Por causa da desobediência de Adão e Eva, a humanidade estava condenada a uma vida de choro e ranger de dentes. Não que isto fosse à vontade de Deus, jamais. Mas como o homem tinha o seu livre-arbítrio, eles decidiram agir pela concupiscência dos olhos, Eva olhou o fruto e viu que era bom, e toda a terra foi amaldiçoada.
Deus já sabia que isto iria acontecer, e já tinha um plano de redenção.
 
O Senhor falou para Eva que da sua descendência, viria Jesus e pisaria na cabeça da serpente. (parafraseando)
Mas é em Isaías que quero começar este texto.
Em Isaías 43:2 o próprio Deus diz: "Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro"
Neste versículo o Senhor fala sobre o plano de salvação para resgatar Israel, bem como todas extremidades da terra.
Significa dizer que uma pessoa que não nasceu de novo e estava na ignorância, tem o seu passado apagado. As consequências do seu pecado que levaram para a morte eterna, foram pagas naquela cruz.
Ao nascer de novo, a realidade é outra.
Paulo diz em (Gálatas 6:7-8).: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará”. Quem semeia na carne, da carne colherá a corrupção; quem semeia no Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.
Tudo que eu fizer agora, uma vez que não estou mais na ignorância, haverá uma consequência, seja ela boa ou má eu vou colher.
Digo isto não só apenas pelo o que as Escrituras me dizem, mas com experiência própria de dois tipos de colheitas. A boa e a má.
Para exemplificar melhor, é como você chegar numa caverna e gritar e ouvir o eco da sua própria voz. Ou seja, tudo que vai, volta e volta com mais força e intensidade, portanto muito cuidado.
Dai, e dar-se-vos-á. Colocar-vos-ão no regaço medida boa, cheia, recalcada e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também. Lucas 6:38
Já ouvi muito no momento do ofertório esta passagem, mas isto vale para qualquer semente que semearmos na nossa vida. Palavras são sementes, atitudes são sementes, dinheiro são sementes...
Enfim. Tudo isto volta pra você de maneira muito mais intensa. Se recebemos de Deus infinitamente além do que pedimos ou pensamos. Imagina quando semeamos algo ruim, na nossa vida e na vida de outras pessoas?
Um conferencista muito conhecido autor de vários livros disse que em um período de jejum e oração, Deus falou pra ele assim: Tudo o que você fizer acontecer as pessoas, eu farei com você também!” @drmikeMurdock
Não é que o Senhor queira o seu mal, mas existe um vontade que é permissiva por causa das nossas escolhas e atitudes.
Lá em Provérbios 18:20 vai dizer o seguinte:
É do fruto de sua boca que um homem se nutre; com o produto de seus lábios ele se farta.
Queridos irmãos, há um espírito de engano que circula na mente da igreja (pessoas), mentes cauterizadas pelos seus pecados, com falsos argumentos de que uma vez que você pede perdão, as consequências são anuladas, com base no versículo de Isaías 43:2.
Elas acreditam que não vão colher pelas suas más ações e palavras, e por pensarem desta maneira, não avaliam a sua conduta moral e espiritual, porque basta usar a “borracha” da Graça para apagar os pecados cometidos, pecados estes que não houve arrependimento genuíno. O arrependimento nos muda de direção.
Pior que aprender assim, é ensinar em desacordo com a palavra.
Ai dos mestres, pois serão muito mais cobrados.
Amados, o Senhor realmente te perdoa. Mas as consequências você recebe na sua alma ou no seu espírito. Está escrito, não sou eu que estou dizendo, mas é a palavra do Senhor. (Sugiro que Leia Gálatas e Romanos por completo.)
Exemplo de uma pessoa que plantou mentira, Jacó. E quando ele trabalhou para Labão, o mesmo o enganou dando-lhe sua filha mais velha e não a que ele desejava. Ele enganou o seu pai, e colheu por isto. A Bíblia está cheia de exemplos de semeadura e consequências. E se isto não acontecesse na nova aliança, Paulo não teria escrito aos Gálatas que de Deus não se zomba. Que tudo o que homem plantar, certamente ceifará!

Aquilo que nos condenaria, não condena mais porque não há mais condenação para quem está em Cristo Jesus, porém, para isto devemos confessar as nossas transgressões. Se não confessamos, a mente fica cauterizada, depois de um tempo torna-se normal, até que venha a apostasia. E a apostasia apaga o Espírito Santo de Deus. (morte espiritual).
Vá e não peques mais. Deus sabe quando você mudar e quando você realmente não quer mudar. Podemos enganar as pessoas, mas não enganamos a Deus. Já colhi frutos ruins e quando percebi, mudei a semeadura. Sempre que estou colhendo algo ruim, verifico se tem haver com provação de Deus, com investidas do diabo, ou com a minha semeadura. Sempre analiso estes três fatores importantes.
A colheita na alma vem sempre acompanhada de angústia, Davi nos Salmos 4:4 diz: Irai-vos e não pequeis; consultai no travesseiro o vosso coração e sossegai.
Mude a sua semeadura seja palavras ou ações.
Analise todos os dias antes de dormir, o que você fez de bom ou mal.
Tenha muito cuidado com o que você ouve. Examine sempre o que as Escrituras dizem a respeito de algum assunto, peça ao Espírito Santo para lhe ajudar, mas se ainda assim tiver dificuldade, procure sempre o seu Pastor ou alguém que tenha maturidade espiritual, de preferência alguém que vive a palavra e estão em obediência. Só pessoas assim podem nos dar exemplo e nos aconselhar.
No mais, sejam sempre abençoados na prática da Palavra.
Cuidemos de nossa colheita, plantando boas sementes.

Inté mais ler!
Anne Araújo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!