Passaram por aqui:

domingo, maio 08, 2011

Ofertar em uma boa terra?


Já falei aqui em outro post a respeito de ajudar um irmão e até onde não estamos sendo omissos. (Em seus passos o que faria Jesus?)
O que seria uma boa terra?
Ofertar em uma boa terra é um grande ministério apenas, um ministro, um pastor de renome, um grande evangelista?
Conheço a Palavra sobre a Boa terra, como exemplo de uma pessoa que recebe a Palavra do Senhor, e se firma nelas, isto é uma boa terra.
Mas não vejo ela como analogia como critério para ofertar na vida de alguém.
Se for assim, onde fica a parábola do bom samaritano? Lucas 10:25-37
Vou mais longe ainda, onde fica a passagem da parábola do homem rico e o mendigo Lázaro? Lucas 16:19-31 
O que faz um homem mais digno de salvação ou de ajuda do que outro? Acaso foi assim que Jesus fez?
Há ainda quem diga: Não faremos nada, afinal, ele (a) já tem conhecimento da Palavra, deixemos que exerça a sua fé. (Em outras palavras, sejamos omissos!)


Quando leio 1 João 3:11-19 (Sobre o amor aos irmãos e o ódio ao mundo)
Vou falar mais especificamente o versículo 1 João 3:17-20 que diz o seguinte:
"Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o coração, como pode permanecer nele o amor de Deus? "

(Hipócritas, Fariseus.)





"Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade. E nisto conheceremos que somos da verdade, bem como, perante ele, tranquilizaremos o nosso coração; pois, se o nosso coração nos acusar, certamente, Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as cousas."



Sabe eu li o livro: Você é o melhor de Deus T.L. Orborn, onde em uma cruzada, alguém resolve levar um louco e mendigo que vivia pelas ruas, nu, falando palavrões...E estas pessoa decidiu levar ele para a cruzada do evangelista T.L. Orborn, todos os espíritos malignos que atormentaram a vida dele durante anos o deixaram naquele momento, e este homem foi levado ao palco e ouviu do evangelista: VOCÊ É O MELHOR DE DEUS!
Este homem começou a chorar e aceitou Jesus. O Evangelista pediu para que o levasse para dar o que vestir, comer e beber. E até hoje faz parte deste ministério, pregando com o evangelista T. L. Orborn. (Será que ele, o mendigo não era uma boa terra? #FicaDICA )
Sabe, bem sei que o que escrevi, causará comixões nos ouvidos daqueles que pregam o contrário do que estou falando aqui, não me importo, acaso quiserem contestar sugiro que procure o meu advogado: Jesus Cristo e questione com Ele sobre estas parábolas.
Sinto muito, mas não sou obrigada a aceitar tudo que um vaso diz!
Se assim fosse, não haveriam tantas denominações diferentes, algumas monopolizadoras de ovelhas. Algumas acreditam que Deus só fala com elas. Outras fogem do que está na Palavra, outras acreditam que Jesus só salva na sua igreja e tantas coisas mais, como temos visto por aí.
Igreja nenhuma salva, Jesus é o Senhor, eu sou a igreja, sou livre.
Submissão não é ir contra a Palavra e os ensinamentos de Deus.
E autoridade não é para ser usada para escravizar e cauterizar as mentes das ovelhas. (Autoridade quando não bem aplicada se torna tirania)
Eu não julgo ninguém e nenhum ministério. 
Porque todos eles prestarão contas de si mesmo, está escrito.
A mim cabe apenas orar para que cheguem ao pleno conhecimento da verdade.
Como também me cabe conservar o meu coração de tais coisas e práticas. Examino tudo e o que não estiver em linha com a Palavra eu jogo fora!
Lembro de Ananias e Safira. Caso aquela mulher não tivesse se submetido ao marido, sabendo que aquilo estava incorreto, de certo que ela viveria.

Provérbios 21:13 diz o seguinte:
"O que tapa o ouvido ao clamor do pobre também clamará e não será ouvido."
Sabe, é da vontade do Senhor nos dar tudo do bom e melhor. Mas Jesus disse que procurássemos o reino dos céus e as demais coisas nos seriam acrescentadas.
Salomão pediu sabedoria, e por causa disto, o coração de Deus ficou alegre, porque o coração dele não estava em obter riquezas, mas a sabedoria de Deus que vale mais do que o ouro e do que a prata.
Deus não apenas deu a sabedoria, Ele fez de Salomão um homem muito próspero em todas as áreas. 
Salomão era riquíssimo. Mas o seu coração estava em Deus e não nas riquezas!

Ofertar na casa do Senhor com o propósito correto te faz prosperar sim, porque Deus quer nos presentiar com tudo.
Mas não se pode ofertar na casa do Senhor, como se fosse um investimento na bolsa de valores, visando a obtenção de dinheiro multiplicado.

Deus vai te dar tudo o quanto Ele o quiser e Ele quer. Mas cabe a você fazer isto com o propósito correto. Pensando nas vidas que serão salvas, e na propagação do Evangelho.
Jesus no seu ministério foi suprido em tudo. Os apóstolos também. Estavam realmente com o coração voltados para Deus e não para riquezas.
Abraão foi tremendamente rico, mas o coração dele não estava em riquezas. Abraão dizimava e ofertava também, está escrito.
Mas o coração dele não estava nas riquezas.
Deus sabe o desejo do meu coração e quero de fato fazer a diferença aqui na terra.
Não esquecendo nunca da parábola do bom samaritano e nem tão pouco da parábola do homem rico e o mendigo Lázaro.

Davi foi submisso a Saul, mas não aceitou ser condenado, se assim fosse, ficaria para ser morto. Pelo contrário, ele fugiu! Assim farei com o meu coração, está correndo longe!
É muito fácil julgar alguém de insubmissão ou rebeldia e tapar os olhos para o que está errado, ser omisso nas coisas que é abominação ao Senhor.
Ningúem aqui é obrigado a concordar com o que escrevi, estejam livres, porque somos livres para pensar.
Eu fico com o que Deus já colocou no meu coração.
E de minhas palavras, prestarei contas de cada uma delas.
O Meu juíz é Deus.
Exortação é bíblico. Exortação não é julgamento. Não exortar é omissão.
O Mau exemplo faz com que ovelhas se desviem, fiquem doentes espiritualmente.

A verdadeira prosperidade está em ter paz e saúde divina. 
Isto dinheiro algum pode comprar.

Ps: Eu quero ofertar sim, em grandes ministério, nos ministros, pastores e evangelistas, porque sei que estou contribuindo para a propagação do Evangelho. Esta é a vontade de Deus. Ele nos acrescenta financeiramente para este propósito, para que em nada nos falte e que possamos também patrocinar o reino dos céus aqui na terra e ajudar os necessitados.
Estarei ofertando com o propósito correto. (Eu sou dizimista e ofertante fiel, porque tenho  um coração grato aquele que provê todas as coisas em minha vida.)

Estarei pronta para a fartura ou para a escassez temporária, porque sei que Deus nos dá vida e vida em abundância.
Inté mais ler,
Paz de Cristo.
Anne Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!