Passaram por aqui:

segunda-feira, maio 09, 2011

Ofertar em uma boa terra? Parte II

O Salmos 112 complementa e finaliza o texto anterior: Ofertar em uma boa terra?


É sim da vontade do Senhor que tenhamos tudo o que precisamos e Ele nos dá além do que necessitamos, para vivermos bem e em novidade de vida. E abundância em tudo mesmo.
A maneira como vem sendo ensinado ou até mesmo pregado nos púlpitos sobre prosperidade financeira é que tem levado o povo a equivocar-se nos propósitos.
Infelizmente são coisas das quais já estava escrito que iriam acontecer, as escrituras do último livro da Bíblia, está se cumprindo. Se você começar a ler a Bíblia desde Gênesis o Senhor falar sobre prosperidade financeira.
A pobreza foi conseqüência da maldição, do pecado cometido por Adão e Eva.
Mas nunca foi da vontade do nosso Pai que fôssemos pobres e miseráveis.
Em Deuteromônio 28, encontramos sobre maldição e bênçãos.
O problema é ver ovelhas correndo atras de bênçãos, enquanto almas estão perdidas lá fora, precisando conhecer o amor de Jesus.
Quando você começar a praticar o IDE de Jesus, as bênçãos virão até você.
Quando você leva um visitante para sua igreja por exemplo, e começam todos a orarem em línguas, aqui já vai ser um motivo para fecharem o coração, porque elas não compreendem esta língua estranha. E decidem "nunca" mais entrar na igreja novamente.
Da mesma maneira é levar alguém para um culto e falar apenas em dinheiro. #prontofalei
É preciso saber como pregar sobre isto, não pode ser de qualquer maneira e nem de qualquer jeito.
Interessante também que há um versículo que Jesus nos diz assim: 
Lucas 11, 42-46

"Naquele tempo disse Jesus: Ai de vós, fariseus, que pagais o dízimo da hortelã, da arruda e de diversas ervas e desprezais a justiça e o amor de Deus. No entanto, era necessário praticar estas coisas, sem contudo deixar de fazer aquelas outras coisas. Ai de vós, fariseus, que gostais das primeiras cadeiras nas sinagogas e das saudações nas praças públicas! Ai de vós, que sois como os sepulcros que não aparecem, e sobre os quais os homens caminham sem o saber. Um dos doutores da lei lhe disse: Mestre, falando assim também a nós outros nos afrontas. Ele respondeu: Ai também de vós, doutores da lei, que carregais os homens com pesos que não podem levar, mas vós mesmos nem sequer com um dedo vosso tocais os fardos."

Aí é que está o problema, muitos que vivem ofertando estão frustrados porque não vêem mudança em suas vidas, porque não foi dito que para ofertar, é preciso também praticar a justiça e o amor de Deus.
Não se pode barganhar com Deus.
Oferte, mas com alegria e com o propósito correto. Deus vai te galardoar, assim como lhe apraz fazê-lo.
Leiam o que diz o salmos 112:
"Aleluia!
Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor e se compraz nos seus mandamentos.
A sua descendência será poderosa na terra; será abençoada a geração dos justos.
Na sua casa há prosperidade e riqueza, e sua justiça permanece para sempre.
Ao justo, nasce luz nas trevas; ele é benigno, misericordioso e justo. 
Ditoso o homem que se compadece e empresta; ele defenderá a sua causa em juízo; não será jamais abalado; será tido em memória eterna.
Não se atemoriza de más notícias; o seu coração é firme, confiante no Senhor. 
O Seu coração bem firmado, não teme, até ver cumprido, nos seus adversários, o seu desejo.
Distribui, dá aos pobres; a sua justiça permanece para sempre, e o seu poder se exaltará em glória.
O perverso vê isso e se enraivece; range os dentes e se consome; o desejo dos perversos perecerá."

Não sei para você mas para mim ficou bem claro o desejo do Senhor em me fazer prosperar financeiramente.
Agora te chamo pra uma reflexão, é certo que a fome viria, Jesus falou sobre isto, está se cumprindo as escrituras, o AMOR esfriou!!!!
Vejo estas fotos não como algo para dizer: é está se cumprindo, não vou fazer nada porque era algo previsto!
De maneira alguma! Isto aconteceu porque o AMOR esfriou!!!!!
É para que nós possamos fazer alguma coisa...
A Parábola do homem rico e do mendigo Lázaro.
Quantos mendigos não existem na Somália? e em outros países pobres da África?
E quantos mendigos Lázaros há em sua cidade? #Seligacrente !
Renda graças ao Senhor pelo que você tem e não fique esperando o que você quer para agradecer.
Tem pessoas em situação muito pior.
Como seriam a vida destas pessoas se tivessem a oportunidade de ouvirem sobre Jesus?


Como eu disse no post anterior, você não é obrigada a concordar com o que falei aqui. De modo que eu mesma prestarei contas de tudo que escrevi. Como também receberei julgamento apenas daquele que pode me julgar e que morreu por mim em uma cruz.
Se você não concorda, fica livre para não absorver o que falei.
Livre-arbítrio.
Examinai tudo e retém o que é bom!
Graça e paz a todos vocês!
Inté mais ler,
Anne Araújo

4 comentários:

  1. Anne gostei muito da sua matéria. realmente pregar pra as pessoas que elas vão prosperar sem ter um comportamento justo é engano , agora se disser que dando o dizimo ela esta contribuindo com o crescimento da igreja e mesmo assim se ela não andar em amor com seu irmão não há prosperidade isso é hipocrisia da parte de quem prega.Dizime e oferte com prazer e ande em amor com os irmãos se assim não for seu dizimo não servirá para vc prosperar. Semeie certo, oferte pelos motivos certos que bençãos irão correr atras de vc. peace

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda tenho uma dúvida que muitas pessoas também tem, é a respeito do valor do dízimo em quantia de dinheiro vivo, pois na bíblia não fala diretamente sobre o valor de dinheiro e sim contribuir o valor daquilo que tens plantado, no caso se sou aposentado mas tenho quase todo meu salário comprometido com diversas despesas, pergunto qual o valor em reais que eu teria que dar de dízimo? Caso eu ganhe 1 salário mínimo.

    ResponderExcluir
  3. Paz irmão! vou te enviar um versículo, um deles onde o Senhor fala sobre a décima parte. Ou seja, a décima parte do seu salário bruto!

    Te indico também outro texto falando sobre o dízimo!
    http://altomir.wordpress.com/2011/10/18/o-dizimo-faz-parte-da-nova-alianca/

    ResponderExcluir
  4. "A décima parte das colheitas, tanto dos cereais como das frutas, pertence a Deus, o SENHOR, e será dada a ele." Lv 27.30

    ResponderExcluir

Volte sempre!