Passaram por aqui:

segunda-feira, março 28, 2011

Culto ao Senhor.


Louvai ao SENHOR. Cantai ao SENHOR um cântico novo, e o seu louvor na congregação dos santos.

Alegre-se Israel naquele que o fez, regozijem-se os filhos de Sião no seu Rei.
Louvem o seu nome com danças; cantem-lhe o seu louvor com tamborim e harpa.
Porque o SENHOR se agrada do seu povo; ornará os mansos com a salvação.
Exultem os santos na glória; alegrem-se nas suas camas. Salmos 149 : 1-5

Assistindo um filme hoje à tarde o pastor no filme falou sobre a dança no culto para o Senhor a partir deste versículo.
Então me chamou atenção para algo que percebo que há falta de entendimento, ignorância quando um irmão se escandaliza com outro irmão, afirmando que é pecado dançar e louvar ao Senhor de maneira livre.
Alguém sabe me dizer o que é tamborim? As escolas de samba sabem muito bem o que é usar os tamborins.
Agora fico me perguntando porque alguns irmão se escandalizam quando se refere a louvar ao Senhor com danças e através do louvor, se aqui em Salmos é bem claro com respeito a isto.
Vamos imaginar as igrejas físicas nos tempos de hoje usando tamborins...imaginou ?
Como serviria de escândalos não? Pois alguém poderia associar a uma escola de samba.
Quando vejo reações assim de alguns irmãos, noto o quanto de religiosidade há neles e menos de Deus. 
O quanto se distanciam de Deus e se aproximam cada vez mais de uma religiosidade que não salva ninguém.
Dizem que até bater palmas na hora do louvor é escândalo.
Quando vejo atitudes assim, é notório como falta-lhes o conhecimento de quem é Cristo e de conhecer esta verdade que liberta!
Somos livre para adorar à Deus sem religiosidades.
O Mais engraçado é que enquanto estava no mundo, podia se escabelar e gritar pelos artistas.
Agora se é pra Deus, é pecado?
Religiosidade só afasta de Deus e deixa o cristão aprisionado.
Cristo disse: Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
Seja liberto de toda e qualquer religiosidade.
E adore ao Senhor livre e em verdade.
Davi embora não seja participante da promessa, do Espírito Santo como consolador dEle, (estava sobre ele, mas não estava dentro dele) conhecia verdadeiramente à Deus, vivia na antiga aliança sem religiosidade.

Mais uma vez, seja livre irmão (ã) de toda religiosidade.
O Espírito Santo é quem nos testifica de quem somos filhos e o que podemos em Cristo Jesus. É Ele que nos ensina, não os homens com suas doutrinas religiosas.

Inté mais ler,
Graça e paz.
Anne Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!