Passaram por aqui:

segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Projetos em Comunhão

“Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é: caridade (amor), gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra essas coisas não há lei.” Gl 5.19-23


Nenhum projeto irá para frente se não há comunhão com Deus. 
Esta comunhão é diária, não é ir na igreja sábados ou domingos.
Quando há comunhão com Deus não há espaço para contendas, orgulho, soberba...
Porque quem esta em espírito da os frutos do espírito.
Mas quem não está, estes são frutos da carne: fofoca, maledicência, inveja, ciúmes, ira.
Comunhão com Deus é fazer aquilo que é certo perante Deus e perante a lei dos homens.
Não é porque Deus é Deus que Ele vai infrigir a lei dos homens, pois toda autoridade e toda lei estão sob a submissão dELE. Deus é justo, é honesto, é exemplo. É incorruptível.

Se a lei diz que você não deve ultrapassar  o sinal vermelho e você ultrapassa, a mão do Senhor não tem como te alcançar só porque você é crente, se acontecer algum acidente a imprudência foi sua.
Ele dá o exemplo que devemos ser submissos as autoridades e as leis, não fazendo por causa dos homens, e sim reconhecendo que Ele, Deus, o nosso Pai,  está acima de toda autoridade e foi Ele que as instituiu.
Dê a Cesar o que é de Cesar e dá a Deus o que é de Deus.

Não entre em um projeto em que Deus não está na frente.
Pior cego é aquele que não quer ver.
Observe os frutos, são por eles que conhecemos a árvore.

Ps.: "Unção e Graça são para aqueles que querem SERVIR e não querem SE MOSTRAR !" (via @ LevitaNogueira)

Infelizmente caminhamos para algo que não nos acresce em anda e deixamos o que de fato é importante e tem a nos acrescentar, tudo isto porque não estamos vendo, cegos.
Estamos olhando com os olhos naturais da alma e não do espírito.
Porque se olhássemos com os olhos do espírito, não deixaríamos para traz aquilo que de fato nos acrescenta em nossas vidas.
As Palavras de Deus sempre irá nos acrescentar, nunca subtrair.
Mas tudo é uma questão de escolha e de livre-arbítrio.

Eu não quero olhar mais com os olhos naturais.
Não quero perder o melhor de Deus na minha vida.

Graça e paz
Inté mais ler,
Anne Araújo





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!