Passaram por aqui:

terça-feira, janeiro 18, 2011

O Fermento do mundo.

  1. Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas. 
  2. Não posso acreditar num Deus que quer ser louvado o tempo todo.
  3. Até Deus tem um inferno: é o seu amor pelos homens.
  4. A ideia do suicídio é uma grande consolação: ajuda a suportar muitas noites más.


 Frases de Nietzsche


Ao lembrar destas frase de Nietzsche, me recordo do irmão Kenneth F. Hagin fala em seu livro: Crescendo Espiritualmente, a cerca de ler bons livros.
De fato que os livros de Nietzsche servem mesmo para descontruir todo o Evangelho, corromper a fé de muitos.
Vejo alguns livros como A Cabana, que também faz uso de versículos para atrair pessoas a um conhecimento do qual não é verdadeiro, não procede com as Escrituras, nem sequer com o que Cristo pregou, sim, porque há "Cristãos" que não acreditam nos livros do apóstolo, me pergunto em que base estão a fé destas pessoas.

Kenneth F. Hagin nos fala o seguinte:

"Há algumas obras que até citam alguns versículos. Se quiséssemos envenenar um cachorro, ele não comeria o veneno isoladamente. Teríamos de colocar veneno em um bom pedaço de carne."

E assim são algumas obras que circulam por aí corrompendo a fé de muitos.

Lá em Timóteo 6:3 diz: 

Se alguém ensina doutrina e não concorda com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino segundo a piedade, é enfatuado, nada entende, mas tem mania de questões e contendas de palavras, de que nascem inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas, altercações sem fim, por homem cuja mente é pervertida e privados da verdade, supondo que a PIEDADE é fonte de lucro.

2.Tessalonicences 3:14-15

Caso alguém não preste obediência à nossa palavra dada por este epístola, notai-o; nem vos associeis com ele, para que fique envergonhado.
Todavia, não o considereis por inimigo, mas adverti-o como irmão.

Jesus alertou os apóstolos sobre o fermento do mundo. Para que sua fé não fosse corrompida.
Quem tiver ouvidos ouça. 



Leia a Bíblia. ;O)


Anne Araújo
Até mais ler



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!