Passaram por aqui:

domingo, maio 10, 2009

O livro de John Wood


Bem...
Adorei o livro de J.Wood.
Eu tenho o hábito de ler no ônibus, na ida ao trabalho ou para faculdade.
Eu sei que não faz bem para a visão.
Mas a minha retina não vai se deslocar como me disseram uma vez! (rs)


Lembro de um capítulo no livro que me tocou de uma maneira que tive vontade de chorar e fiquei chateada por estar dentro de um ônibus (lotado!) e cheia de sensações e emoções passando aqui dentro. :)
Sinto que terei muitas dificuldades pela frente.

1° Não tenho ações na bolsa de valores e muito menos alguma reserva;

2° Não sou nenhuma executiva de uma empresa bilhionária;
3° Mal consigo pagar minha faculdade. (rs)

Tudo o que tenho são idéias e o meu desejo filantrópico. Bem sei que no meu país tem tanta gente desonesta, tanto quanto nos outros países.

Apesar que aqui, a desonestidade virou algo "Cultural".

Como diria aquele ex-big bosta Brasil, ups! quero dizer, big brother Brasil, faz parte!

É óbvio que para John Wood, a rede de contatos que ele teve ao longos anos na Microsoft, o ajudou e MUITO. A sua influência, e o seu marketing pessoal.
Isto faz com que se torne mais fácil a filantropia.

Não será fácil, já não está sendo fácil...porque também sei como se estrutura às formações sociais, que li no livro do Pedrinho Guareshi, onde fiz uma interpretação do seu livro e discordo de algumas afirmações dele.
Porém, mesmo assim continuo filantrópica.
Filantrópica sim! e daí?

'Podemos e devemos mudar, cada vez mais consciente de que tudo é relativo nada é absoluto. É preciso construir sim, mas é necessário também, mudar, renovar, buscar novos métodos, não se acomodar e muito menos aceitar.'


Anne Karine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!