Passaram por aqui:

domingo, maio 18, 2008

Análise crítica sobre o Filme:Something the Lord Made

Ficha TécnicaTítulo Original: Something the Lord Made
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 110 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 2004
Site Oficial: www.hbo.com/films/stlm
Estúdio: HBO / Nina Saxon Film Design
Distribuição: HBODireção: Joseph Sargent
Roteiro: Peter Silverman e Robert Caswell
Produção: Mike Drake e Julian Krainin
Música: Christopher Young
Fotografia: Donald M. Morgan
Desenho de Produção: Vincent Peranio
Direção de Arte: Halina Gebarowicz
Figurino: Karyn Wagner
Edição: Michael Brown
Efeitos Especiais: Digiscope
Elenco
Alan Rickman (Alfred Blalock)
Mos Def (Vivien Thomas)
Mary Stuart Masterson (Dra. Helen Taussig)
Kyra Sedgwick (Mary Blalock)
Merritt Wever (Sra. Saxon)
Doug Olear (Michael Saxon)
David Bailey (General)
Nat Benchley (Karsh)
Gabrielle Union (Clara Thomas)
Dave Trovato (Dr. Harmel)
Jonathan Watkins (Dr. Kelvin)
Douglas Watson (Dean Hamilton)

SinopseNashville, 1930. Vivien Thomas (Mos Def) é um hábil marceneiro, que tinha um nome feminino pois sua mãe achava que teria uma menina e, quando veio um garoto, não quis mudar o nome escolhido. Eleé demitido quando chega a Grande Depressão, pois estavam dando preferência para quem tinha uma família para sustentar. A Depressão o atinge duplamente, pois sumiram as economias de 7 anos, que ele guardou com sacrifício para fazer a faculdade de medicina, pois o banco faliu. Thomas consegue emprego de faxineiro, trabalhando para Alfred Blalock (Alan Rickman), um médico pesquisador que logo descobre que ele tem uma inteligência privilegiada e que poderia ser melhor aproveitado. Blalock acaba se tornando o cirurgião-chefe na Universidade Johns Hopkins, onde está pesquisando novas técnicas para a cirurgia do coração. Os dois acabam fazendo um parceria incomum e às vezes conflitante, pois Thomas nem sempre era lembrado quando conseguiam criar uma técnica, já que não era médico.

Este é mais um trabalho para ser entregue até o dia 29/05.
Trabalho de Sociologia.
Vimos o filme semana passada.
Um filme que retrata a exclusão social, o preconceito, e racismo.
Não é apenas uma estória sobre um negro que gostaria de ingressar na medicina...
Mas aborda vários temas e é sobre eles que vou falar...
Não agora...ehehe estou fazendo pesquisas...logo colocarei o post aqui. :)
Até mais ler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!